sábado, 3 de maio de 2008

A Ribeira do Porto



Não é a Lisboa que eu amo, mas o Porto de que sinto saudades.
A Ribeira vista do lado certo, a margem errada
A Ribeira com as suas casas coloridas.e a Ribeiras das casas a cair
A Ribeira dos nascidos e criados e a Ribeira dos turístas
A Ribeira das velhas de rugas e sotaque marcados e a Ribeira dos copos e das noitadas
A Ribeira das ruelas escuras e a Ribeira que reflecte a luz do Douro
A Ribeira dos contrastes
A Ribeira a que vale sempre a pena voltar.

1 comentário:

SaintWolf disse...

Uns dos melhores "spots" visuais neste paísinho à beira mar abandonado. (in my fair opinion "offa" course)
Num dia soalheiro o Sol irradia beleza, pouco normal nestes lados mais sulistas,ou serão mouristas, as cores ganham vida nessa paisagem.
Afinal "há coisas fantásticas" até por terras das tripas.